Vida de Periquito Forum

Anúncios

Últimos assuntos

» PERIQUITO DA CAATINGA DOENTE E COM 22 ANOS
Sex Out 13, 2017 8:30 pm por brunovictor

» Periquito da Caatinga doente? Por favor, me ajudem!
Dom Out 08, 2017 2:45 pm por carolinec

» Ajuda com genetica
Sex Out 06, 2017 10:57 am por Iago Lessa

» COMPREENDENDO AS MUTAÇÕES (DOMINANTES, RECESSIVAS, LIGADAS AO SEXO) E COMO ELAS FUNCIONAM.
Ter Out 03, 2017 11:38 am por Lucio Gil

» Primeiro ovo.
Qui Jun 22, 2017 11:02 pm por Vinícius Silva

» sexo de periquitos mesma dúvida.
Dom Jun 11, 2017 8:22 pm por kaique uliana

» cor dos filhotes
Seg Maio 29, 2017 8:15 pm por kaique uliana

» Filhotes não voam
Ter Maio 23, 2017 8:00 pm por kaique uliana

» Jogou fora do ninho 5 ovinhos
Ter Maio 23, 2017 7:54 pm por kaique uliana

Compartilhe

Siga-nos

http://twitter.com/vidadeperiquito

    Identificando meus primeiros quitos

    Compartilhe
    avatar
    RonaldoDJ

    Mensagens : 139
    Data de inscrição : 03/11/2012
    Idade : 39
    Localização : Aparecida-SP

    Re: Identificando meus primeiros quitos

    Mensagem  RonaldoDJ em Seg Nov 05, 2012 7:32 pm

    eliseu escreveu:
    Ronaldo, eu acho a formação do casal de boa escolha, até pq vc tem um da linha verde e um da linha azul, tbm tem mutações diferentes entre eles, eu gosto do casal, terá boas variedades com eles.

    Que bom Eliseu. Assim fico mais tranquilo. Creio que devo esperar uns 6 meses para que a femea comece a procriar. Ainda é nova. Acho que deva ter uns 2 ou 3 meses.

    Abraço!
    avatar
    RonaldoDJ

    Mensagens : 139
    Data de inscrição : 03/11/2012
    Idade : 39
    Localização : Aparecida-SP

    Re: Identificando meus primeiros quitos

    Mensagem  RonaldoDJ em Seg Nov 05, 2012 7:36 pm

    Vinícius Pereira escreveu:
    RonaldoDJ escreveu:
    Vinícius Pereira escreveu:Primeiramente seja bem vindo Ronaldo, e eu mais atrasado ainda Wallasrson...hehehhehe...

    mas uma coisa que passou despercebida pelo pessoal, quanto a valor agregado, onde você comparou os cães...na verdade é o seguinte, em tudo que se cria, o que tem mais valor é os que são mais difíceis de conseguir concorda?...então no caso, teoricamente seria os que tem mutação recessiva, e não dominante, pois como já explicaram aqui mesmo, para conseguir AR que são recessivos, precisaria de um exemplar + um portador, ou dois portadores, ou então dois exemplares, visto que dois exemplares recessivos, acaba diminuindo o tamanho e acaba diminuindo o valor comercial, já para obter um ADA que é dominante, basta que tenha um exemplar na procriação, para que gerem mais ADAs...mas o valor em si, se agrega aos quitos ingleses, onde existe campeonatos para um padrão de qualidade e estabelecer assim os melhores da "raça" nos quitos....e quando disse teoricamente, é justamente pelo fato de os quitos australianos (esses que compramos em casa de rações com mais frequência...esses menores...hehehehhe) não terem um campeonato que rege os melhores e isso acaba generalizando o valor deles, tornando assim, um AR com o mesmo valor de ADA...mas para quem gosta de criar por hobby mesmo e gosta de genética, quer sempre os mais difíceis, não importando assim com o valor do mercado...hehehehheheh

    Obrigado Vinicius. Entendi como funciona. Achava que os recessivos eram de qualidade inferior, mas pelo visto me enganei.
    Como voce disse no final, não estou preocupado com valor de mercado e sim por hobby, prazer de ver a cria mesmo. Mas algo me chamou a atenção. Então existe dirença de tamanhos, ou seja, se eu cruzar um AR com um AR pode sair um quito menor que os outros ou voce estava falando de AR porte ingles x AR porte ingles = quito menor (australianinho)? Não entendi bem essa parte. Very Happy

    sim sim....compreendo e não é que seja de "qualidade" inferior, é que como se torna mais fácil de conseguir um ADA, ele acaba sendo vendido a um valor menor, lembrando que nos ingleses, mas a outros critérios que definem o valor deles, e não apenas a mutação, assim como empenamento, cabeça, postura, tamanho, entre outros....já quanto ao tamanho, se preza muito por ele, existem australianos maiores e menores, assim como nos ingleses, pois, dois ingleses, sempre geram ingleses e não vão gerar um australiano...normalmente, os menores, são os de mutação recessiva, e os criadores preferem os maiores, pois atrai uma atenção maior e dizem que quanto ao cuidado materno com cria, é preferível fêmeas maiores (isso já não posso garantir pra vc...heheheheheh)a única coisa que posso afirmar, é que anatomicamente falando, uma fêmea maior terá mais facilidade em suas posturas, comparado a uma fêmea menor, em razão a estrutura óssea da mesma...já quanto as possibilidades dos filhotes vindos deste casal, acho que virá uma grande variedade, assim como o Elise disse, pois quando comecei a criar, pesquisei muito e o pessoal aqui do fórum, me ajudou bastante, mas em uma conversa com um criador, ele disse que é adequado formar casal "diferente"...um azul, o outro verde, um claro e outro escuro, e com características o mais distintas possível, para então nos futuros cruzamentos, chegar a uma variedade maior, em poucas aves...além de que, há possibilidades de surgir alguma nova mutação nesse meio tempo néh...hehehehehheheheh

    Que aula meu amigo. Obrigado pela preciosa informação. Estou com os pensamentos acelerados porem se acertando cada vez mais. Muito obrigado. E vamos que vamos criar novas mutações.. rsrsrs... abraços!
    avatar
    RonaldoDJ

    Mensagens : 139
    Data de inscrição : 03/11/2012
    Idade : 39
    Localização : Aparecida-SP

    Re: Identificando meus primeiros quitos

    Mensagem  RonaldoDJ em Seg Nov 05, 2012 7:40 pm

    Cleber escreveu:
    RonaldoDJ escreveu:
    Cleber escreveu:Opá, seja bem vindo, uma foto não muito boa de um (cremino) esse termo é mais utilizada para agaporni... na realidade é uma albino com face amarela... o nome cremino é conhecido mais por causa da cor que fica creme. nem é branco nem é amarelo é creme. depois tento, colocar uma foto com mais luz... ela ai tinha 45 dias ela ta ficando cada vez mais bonita. hoje ta com 4 meses...

    Linda Cleber. Posta a foto sim. Muito interessante essa mutação. Pra chegar nela foi difícil?

    Assim que de tiro fotos melhores dela, não foi dificil não eu comprei um periquito macho na cor malva/ face amarela/ino (eu não sabia que ele portava ino até nascer os filhotes) a femea verde claro ar e nasceu essa albina face amarela. ela é branca porém por causa da face amarela o amarelo infiltra um pouco no corpo e da esse tom creme. a Narriele tem uma mais bonita ainda. Smile

    Bacana. O porte de ino fez a dirença. Parabéns!!! Quero ver... Grande abraço!!!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Identificando meus primeiros quitos

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Nov 24, 2017 11:48 am